segunda-feira, 29 de março de 2010

Um jornalista de indubitável competência. Atuou como repórter fotográfico na Cruzeiro -- maior revista brasileira da metade do século passado, foi redator da Revista Manchete e do Jornal do Brasil por muitos anos, foi colunista de vários dos principais jornais do Brasil e ajudou a estabelecer o telejornalismo brasileiro, tendo sido um dos criadores do Jornal Nacional*.

Um escritor que “esculpia” textos com rara habilidade. Suas crônicas estão Incluídas em antologias dos melhores cronistas brasileiros e alguns de seus livros são adotados em cursos de Língua Portuguesa e de Literatura do segundo grau e no circuito universitário brasileiro.

Eis um pouco do que foi o botafoguense Armando Nogueira, falecido hoje aos 83 anos de idade, vítima de um câncer no cérebro. Seu velório será no Maracanã, a partir das 13 horas desta segunda-feira.

Felizmente, foi um dos poucos talentos brasileiros a ser amplamente reconhecido e homenageado em vida.

Descanse em paz, mestre.

* Curiosidade: O Jornal Nacional foi assim batizado não apenas pela abrangência da denominação, mas, também, por ser patrocinado pelo extinto Banco Nacional. A ação de publicidade foi coordenada pelo jornalista, publicitário e advogado ipanguaçuense João Moacyr de Medeiros, fundador da JMM Publicidade, empresa carioca que foi por muito tempo uma gigante do ramo publicitário no Brasil.

Comente!

Mais lidos da semana

Siga este blog

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Rodrigo Medeiros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan | Distributed by Rocking Templates -