sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Durante o programa Panorama do Vale de ontem, Nelson Dantas falou sobre a interrupção nas obras de recuperação da Ponte Felipe Guerra. A informação repercutiu na edição de hoje (24) do Jornal De Fato (Mossoró/RN).

Reproduzo abaixo:

Dnit não resolveu problema da ponte

O Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (DNIT) ainda não realizou o reparo das vigas longarinas que dão sustentação ao vão 15 da ponte Felipe Guerra, sobre o rio Açu. A empresa Arteleste, responsável pela repotencialização das fundações da ponte, anunciou que já terminou o serviço, embora com atraso de quase três meses.

A ponte ficou interditada até a semana passada, mas a retirada das equipes de trabalho da ponte preocupou a população. Ontem pela manhã, o radialista Nelson Dantas visitou o local e constatou que no local onde existem falhas consideradas graves nas vigas de sustentação do vão 15 foram colocadas escoras de ferro.

No entanto, para o radialista, se houver uma nova enchente que possa trazer entulhos, como a que ocorreu nos dois últimos invernos, as escoras não resistirão, deixando a ponte vulnerável. "A malha está justamente no lado onde a água do rio passa mais forte e onde está a bifurcação da sangria do açude Mendobim", contou Nelson.

O problema está na margem direita do rio, onde o fluxo de água é maior. Nelson lembrou que a força da água é tão grande que em 2008 uma obra de drenagem recém-inaugurada no Canal do Panon (no rio Açu) foi arrastada pela correnteza.

Para ele, o problema é sério e o Dnit não está levando em consideração a previsão de inverno forte, anunciado pela Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN). A instituição falou, inclusive, em repetição de enchentes.

Durante assinatura da contratação da empresa que gerenciará a Zona de Processamento de Exportação (ZPE do Sertão), algumas pessoas chegaram a falar do problema das vigas longarinas com o senador Garibaldi Filho e com a governadora eleita Rosalba Ciarlini, que avisaram não ter sido (até aquele momento) comunicados do problema.

A reportagem do JORNAL DE FATO entrou em contato com o Dnit no último dia 17 de dezembro, pedindo informação sobre o problema e essa foi a resposta da assessoria de imprensa do órgão: "O Dnit/RN informa que os serviços da Ponte Felipe Guerra (Açu) foram todos concluídos. Informamos também que a posse do novo superintendente regional, engenheiro Ezio Gonçalves dos Reis, será segunda-feira (20), às 9h, no auditório do Dnit-Natal e terá uma coletiva."

Ontem, a reportagem voltou a contactar o Dnit, que ficou de responder a informação, mas até o fechamento desta edição não entrou em contato nem por telefone, nem por e-mail.

PROBLEMA

A empresa Arteleste, responsável pelas obras de reforma da fundação da ponte, detectou uma falha grave nas vigas longarinas, que dão sustentação ao vão 15, entre os pilares "P 15" e "P 16". A cobertura de concreto cedeu, deixando à amostra a armação de ferro, o que caracteriza uma patologia grave.


Comente!

Mais lidos da semana

Siga este blog

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Rodrigo Medeiros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan | Distributed by Rocking Templates -