segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Uma avaliação feita pela Defesa Civil do Rio Grande do Norte constatou que as barragens Armando Ribeiro Gonçalves e Santa Cruz, em Assú e em Apodi, respectivamente, atingiram 70% de suas capacidades de armazenamento, faltando 4,5 metros para atingir o primeiro sangradouro. A situação é de alerta, já que as duas barragens podem vir a sangrar com a ocorrência de 700 milímetros de chuva.

Em Assú, detectou-se erosão na parede externa da barragem Armando Ribeiro Gonçalves, o que evidencia a falta de manutenção. Há riscos de inundação e isolamento nos bairros Lagoinhas e nas comunidades de Linda Flor, Santo Antonio, Martins, Estevão e Ilha Forte, além da favela Belo Horizonte.

A Defesa Civil também constatou risco de inundação em cidades que margeiam o rio Piranhas, tais como Carnaubais, Pendências, Itajá, Alto do Rodrigues, Ipanguaçu, Macau e Porto do Mangue.

No município de Ipanguaçu, a Defesa Civil constatou ainda uma erosão na parede externa da barragem do Pataxó, além de um defeito nas comportas que impossibilita a abertura para dar vazão às águas.


Prefeitos podem solicitar ajuda diretamente do Governo Federal

O secretário estadual de Justiça e Cidadania, Thiago Cortez, declarou que os prefeitos cujos municípios se encontrem em estado de calamidade ou de emergência podem solicitar ajuda diretamente ao Governo Federal, sem esperar a homologação do Governo do Estado. Segundo Thiago Cortez, esta condição é prevista na Lei 12.340, de 1º de dezembro de 2010, regulamentada pelo Decreto 7.257, de 4 de agosto de 2010.

Comente!

Mais lidos da semana

Siga este blog

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Rodrigo Medeiros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan | Distributed by Rocking Templates -