segunda-feira, 24 de janeiro de 2011


A governadora Rosalba Ciarlini e a ministra da Pesca e Aquicultura, Ideli Salvatti, participaram na manhã desta segunda-feira (24) de uma reunião com membros de associações e colônias de pescadores do Rio Grande do Norte. O encontro aconteceu na Governadoria, Centro Administrativo, e teve como tema principal as reivindicações quanto à criação da Secretaria de Estado da Pesca e Aquicultura e a agilidade na liberação das licenças ambientais para ampliar a produção de pescado no estado.

Segundo o presidente da Confederação Nacional dos Pescadores e Aquicultores, Abraão Lincoln, o setor está em uma situação complicada porque o Brasil ocupa o lugar de importador e não aproveita sua produção interna. “Nós não estamos indo atrás de dinheiro, mas de condições para tirar o país dessa situação que estamos enfrentando agora”, disse. Já o presidente da Federação dos Pescadores do Rio Grande do Norte, Manoel Lourenço, após falar sobre questões que envolvem os pescadores e o Ibama, entregou à ministra Ideli Salvatti e à governadora Rosalba Ciarlini uma carta que solicita a criação da Secretaria de Estado da Pesca e Aquicultura.

Em seu discurso, a governadora Rosalba Ciarlini disse que a criação dessa Secretaria está nos planos do governo e que, inclusive, ouviu essa reivindicação durante a campanha de 2010. “Palavra dada tem que ser cumprida. Nós vamos ter a Secretaria sim, mas não dá para ser agora, temos que organizar a casa para dar condição para que ela exista”, explicou. A governadora elogiou a ministra, que foi sua colega no Senado Federal, e disse que ela é uma pessoa determinada. “A pesca está bem entregue. A presidenta Dilma fez uma boa escolha por essa mulher, que fez um excelente trabalho no Senado e fará no Ministério”, disse Rosalba.

Já a ministra Ideli Salvatti abordou em seu discurso três temas considerados básicos por ela: a erradicação da miséria através da pesca e da aquicultura; produção e industrialização do pescado nacional; agilidade na liberação de licenças ambientais. Sobre a produção nacional de pescado, a ministra disse que é preciso pescar e aproveitar os recursos de maneira sustentável, já que o Brasil possui riquezas suficientes para isso. “É inadmissível que com esse mundão de água que a gente tem, em mar, rios e lagos, a gente não consiga produzir e pescar”, observou.
Ideli Salvatti cobrou mais ação quanto às licenças ambientais e trouxe exemplos de outros estados em relação à facilitação do trâmite. A ministra também se solidarizou com o pleito dos representantes das associações e disse apoiar a criação da Secretaria de Estado da Pesca e Aquicultura no Rio Grande do Norte.

Também estiveram presentes à reunião os secretários de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca, Betinho Rosado, e de Assuntos Fundiários e Apoio à Reforma Agrária, Gilberto Jales; o superintendente Federal da Pesca e Aquicultura, Marcílio Lucena; o presidente do Sindicato das Empresas de Pesca, Jorge Bastos; e o deputado federal e presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Camarão (ABCC), Itamar Rocha.


Publicidade:


Comente!

Mais lidos da semana

Siga este blog

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Rodrigo Medeiros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan | Distributed by Rocking Templates -