sábado, 29 de janeiro de 2011

Entrevistado de hoje do Programa Registrando, da rádio Princesa do Vale, o prefeito do Assú, Ivan Lopes Júnior, rebateu as críticas do ex-prefeito do Assú, Ronaldo Soares, transmitidas pela mesma emissora no programa Panorama do Vale do dia 26/01.

Uma multidão lotava os corredores da rádio e, segundo o apresentador Régis, havia também muita gente no exterior das dependências emissora.

Respondendo objetivamente, e até mesmo de forma didática, Ivan Júnior fez questão de deixar bem claro que não pretende retomar o assunto mais vezes. “Faço hoje esses esclarecimentos, mas não vou mais ficar perdendo tempo com intrigas. O povo tá cansado de discurso, quer trabalho. Estou me defendendo porque fui acusado, fui traído. Lutávamos e resistíamos para manter essa aliança, pois seríamos mais fortes unidos, mas se quer seguir um projeto diferente, siga. Vamos competir no voto, no campo das ideias, mas com responsabilidade e compromisso. É difícil, mas vamos superar essa traição, essa ingratidão. Oposição é natural, mas ofender? Atacar a imagem? Isso é muito pesado”, disse o prefeito.

O prefeito aproveitou a oportunidade para agradecer os telefonemas de apoio recebidos durante esta semana. Dentre as pessoas que se solidarizaram com prefeito, foram citadas a governadora do RN, Rosalba Ciarlini, o senador José Agripino Maia e o ministro Garibaldi Alves Filho.

Ivan questionou: “Se eu tivesse apoiado ao ex-governador Iberê no ano passado, ao invés de Rosalba, isso estaria acontecendo hoje? Ronaldo me disse que Assú aguentava mais oito anos sem governo. Eu disse: de jeito nenhum! São obras, recursos para o município. E eu não trairia Rosalba, que sempre me apoiou. Durante a campanha me acusaram de ter feito corpo mole, de não ter pedido votos para o deputado George Soares. Eu pedi voto a todo mundo, pois apostei que George trabalharia pelo Assú. E agora tenho essa surpresa. Mas eu cumpri com o que me comprometi. Conseguimos conquistar uma cadeira na Assembleia Legislativa, junto com as lideranças, com os vereadores, com a nossa luta e a de todos. O mérito não é só meu”.

Citando números, tecendo inclusive comparações bastante interessantes, Ivan disse ao público que pauta sua administração baseando-se no princípio da transparência e do trabalho, relegando a política para um plano secundário. “Política deve ser feita no momento de se fazer política. Administração tem que se fazer sempre”, afirmou.

Ao falar de seu trabalho à frente do município, Ivan Júnior disse que o Assú tem visto mais obras em sua gestão do que nos últimos dois mandatos de seu antecessor. “Nos últimos dois anos temos mais obras que nos últimos 8 anos. Isso é público e notório. Não quero acusar ninguém, mas tivemos até que readequar obras da gestão anterior para poder entregar à população”, apontou.

Falando sobre a polêmica em torno do projeto de duplicação da entrada do Assú, Ivan disse que, assim que assumiu a prefeitura se deslocou até a casa do deputado federal João Maia. “Quero fazer um registro importante: assim que assumi a prefeitura do Assú fui à casa do deputado federal João Maia, pois ele havia prometido à Fátima Moraes, minha adversária na campanha, que intercederia junto ao DNIT pela a obra de duplicação da entrada da cidade, entre outras. O deputado disse que ajudaria, fez encaminhamentos. Estranho que nessa época ele não havia feito ainda alianças no Assú. Quando fez, que deveria tornar tudo ainda mais fácil, o projeto não saiu mais”, disparou.

Ivan falou ainda sobre diversas outras acusações, como a questão do aluguel do carro à disposição do gabinete que, informou, o preço pago hoje é quase R$ 1 mil mais barato que o aluguel do carro que servia ao ex-prefeito Ronaldo. Tocou também no assunto sobre sua visita à Jucurutu, acompanhando a comitiva da governadora Rosalba, motivo de ironia de Ronaldo. “Fui a Jucurutu para ser solidário com os amigos. Não sou solidário só na hora que preciso, não pode ser assim. Buscamos até aqueles que não temos afinidade, unindo o Vale para enfrentar dificuldades. Quem deveria fazer isso era o deputado George. Como não está fazendo, eu fiz”.

Mais detalhes da entrevista podem ser obtidos ainda hoje no site de Régis, que a disponibilizará em instantes em arquivo de áudio.

Comente!

Mais lidos da semana

Siga este blog

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Rodrigo Medeiros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan | Distributed by Rocking Templates -