quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

O empresário Augusto Caldas Targino, conhecido como Mano Targino, é protagonista de uma triste confusão ocorrida ontem (18) à tarde. O irmão de Chuchu, ex-marido de Fátima Moraes, responderá a um inquérito criminal por injúria, ameaça de morte e cárcere privado.

Targino é acusado de ter trancado por 13 minutos em loja de sua propriedade no bairro Tirol, em Natal, uma equipe de reportagem do Novo Jornal, diário da capital, que produzia em Macaíba uma reportagem sobre a granja de sua propriedade que o deputado federal João Maia disse ter tentado comprar com o tal cheque de R$ 700 mil assinado por ele e apreendido pela Polícia Federal.

Acreditando que a equipe invadiu sua granja, Targino, teria utilizado palavras de baixo calão, chegando a dizer que não matou ninguém ainda, mas que a Constituição Federal lhe daria o direito de matar. “É a Constituição Federal que me garante. Mato um, livro o flagrante e quem morre é quem se fode”, afirmou, segundo o que foi publicado.

Maiores detalhes na edição de hoje do Novo Jornal. Acesse o site: http://novojornal.jor.br/

Comente!

Mais lidos da semana

Siga este blog

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Rodrigo Medeiros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan | Distributed by Rocking Templates -