quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

>> Foi grande a repercussão da entrevista de Ronaldo Soares, ao Panorama do Vale na noite de ontem (26). Diversos dos principais sites do RN divulgaram o rompimento do ex-prefeito com o atual, Ivan Lopes Júnior, que deverá participar do programa em breve.

>> Quando chegar a Natal hoje (27) para verificar a cratera da BR 101 o ministro potiguar Alfredo Nascimento, dos Transportes, pode receber uma cobrança de seus conterrâneos de Martins: é que Nascimento prometeu a construção de um teleférico na cidade, ainda durante a sua primeira gestão à frente do Ministério.

>> O governo manteve a posição fechada ontem, em reunião com as centrais sindicais, de um salário mínimo de R$ 545 em 2011, “sem espaço para demagogias’’. No entanto, acenou com a tendência de corrigir a tabela do Imposto de Renda na Fonte em 4,5%. A informação foi passada ontem à imprensa pelo ministro Gilberto Carvalho (Secretaria-Geral), após o encontro de cerca de duas horas com os sindicalistas, no Palácio do Planalto.

>> O repasse de royalties ao Rio Grande do Norte em 2010 subiu mais de 15% em relação a 2009. O aumento é atribuído à maior produção de petróleo e gás. No total, foram R$ 307.654.539,44 arrecadados no ano passado, ante os R$ 266.858.786,45 recolhidos de 2009. O incremento foi de cerca de R$ 41 milhões.

>> Segundo matéria publicada hoje no Novo Jornal, Natal poderá se tornar a capital do atum dentro de dois anos. O jornal informa que 16 embarcações japonesas foram arrendadas pela empresa potiguar Atlântico Tuna para pescar em profundidades de até 400 metros no Oceano Atlântico. Até sexta-feira dois navios pesqueiros devem deixar o Porto de Natal rumo ao Atlântico. A expectativa é que a produção brasileira anual de atum saia de 4,7 mil toneladas para até oito mil toneladas, das quais 60% serão exportadas para o Japão.

>> As cidades de Boa Saúde, Lagoa Salgada, Monte Alegre, São José de Mipibu e Nísia Floresta podem ficar em situação delicada: há o temor que a parede do açude de Tangará se rompa se o nível das águas subir demais, o que alagaria partes das cidades. A parede do açude Guarita está com a parede bastante avariada e não havia previsão de conserto até a noite de ontem.

Comente!

Mais lidos da semana

Siga este blog

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Rodrigo Medeiros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan | Distributed by Rocking Templates -