sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

É com indignação e surpresa que encaro as palavras repletas de inverdades divulgadas pelo ex-prefeito Ronaldo Soares, através de sua assessoria de imprensa. De forma objetiva e clara, respondo:

01 – Nunca houve ou haverá a interferência de quem quer que seja na agenda do programa, uma produção independente em todos os sentidos da palavra.

02 – O programa dá vez e voz a todos, independente de cor partidária. Tanto é que foi justamente no Panorama que Ronaldo Soares rompeu com o atual prefeito do Assú, Ivan Lopes Júnior. Ronaldo Soares, que solicitou o espaço para falar sobre o DNIT, obras da ponte Felipe Guerra e entrada do Assú, chegou a agradecer no final do nosso programa a cordialidade com que foi tratado, forma com a qual recebemos a todos os participantes.

03 – Após a referida entrevista que nos foi concedida por Ronaldo Soares na semana passada, o prefeito do Assú, Ivan Lopes Júnior, solicitou participar também do programa para poder responder às graves acusações que o ex-prefeito lhe dirigiu em qualquer tipo de censura. Apesar de ser um direito do atual prefeito, solicitamos a ele que utilizasse outro programa para fazê-lo, de forma a evitar que essa discussão se prolongasse no Panorama, o que foge completamente à nossa proposta. O prefeito entendeu nosso posicionamento e, então, procurou o programa Régistrando.

04 – Assim como não agendamos com o prefeito Ivan Júnior, não foi agendada entrevista alguma com Ronaldo Soares para esta quinta-feira, dia 03 de fevereiro de 2011, ou qualquer outra data. E isso ficou mais do que claro com as divulgações prévias da agenda semanal do programa, à disposição do público na internet desde a segunda-feira, dia 31 de janeiro. Estranhei a presença de Ronaldo Soares na rádio ontem, ainda mais acompanhado por mais de um fotógrafo, o que não aconteceu na entrevista que concedeu ao mesmo programa na semana passada. Ronaldo Soares foi agressivo e descortês ao tentar furar a agenda, desrespeitando dessa forma não só a produção do programa, mas também o entrevistado do dia.

05 – Ao contrário do que Ronaldo Soares afirma, tanto o renomado jornalista João Maria Medeiros quanto o vereador Carlinhos de Everton não dedicaram os seus minutos de entrevista a falar de um ex-prefeito. Carlinhos de Everton sequer chegou a citar o nome de Ronaldo Soares quando, durante os minutos finais de sua participação, resolveu expor sua visão particular e pessoal do atual cenário político assuense. No caso de João Maria Medeiros, o nome de Ronaldo foi citado, mas apenas nos minutos finais do programa.

06 – As gravações de todos os programas estão à disposição e comprovam o que eu digo, assim como a Justiça poderá comprovar que o tempo por mim oferecido a Ronaldo Soares, 10 minutos, é equivalente ao tempo em que João Maria Medeiros o citou.

07 – Tanto as entrevistas de João Maria Medeiros quanto a do vereador Carlinhos de Everton estavam agendadas há dias. Aliás, a divulgação prévia da agenda do programa passará a ser agora uma constante, de forma a evitar quaisquer tipos de manipulação da verdade por terceiros.

Nelson Dantas

Comente!

Mais lidos da semana

Siga este blog

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Rodrigo Medeiros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan | Distributed by Rocking Templates -