sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

O assassinato de F. Gomes em Caicó, as ameaças de Mano Targino à equipe do Novo Jornal em Natal e a perseguição ao jornalista Carlos Santos em Mossoró. Estes lamentáveis fatos, todos ocorridos recentemente e com repercussão mundial, expõem apenas um pouco da dura realidade enfrentada pelos jornalistas no Rio Grande do Norte, estado que tem se notabilizado pelo desprezo à imprensa.

Talvez você não saiba, mas é aqui, em terras potiguares, que se paga o mais baixo piso salarial do Brasil para a categoria. Agora somos também um estado onde agredir jornalistas virou coisa banal. Patética realidade.

Onde não há liberdade de expressão não há liberdade. Não se engane: os ataques à imprensa são ataques a você.

Comente!

Mais lidos da semana

Siga este blog

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Rodrigo Medeiros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan | Distributed by Rocking Templates -