terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Talvez não seja um exagero afirmar que todos os habitantes do Vale do Açu já ouviram falar na ZPE (Zona de Processamento para Exportação) do Sertão. Desacreditado por uns, esperança para outros, o projeto é grandioso. A expectativa de geração de empregos diretos já ajuda a dar um pouco de sua dimensão: 50 mil novas vagas, praticamente a população do município de Assú, onde será instalada.

“A ZPE não é uma área industrial comum: é uma cidade, com bancos, rede própria de energia elétrica, de fornecimento de água, com tecnologia de ponta...”, explicou Brian Tipler, sócio da administradora da ZPE do Sertão, durante a entrevista que concedeu ontem ao programa Panorama do Vale.

Sancionada pelo presidente Luís Inácio Lula da Silva em junho do ano passado, a ZPE do Sertão já deve iniciar o processo de mudança da realidade da região em três ou quatro anos, promete Tipler. Isso se as coisas andarem dentro do planejado. “Precisamos da aprovação da Receita Federal do Brasil, órgão do qual temos tido muito apoio nessa fase. Isso deve ocorrer até o final de maio e no dia seguinte iniciamos a construção do prédio da administração. A ideia é terminar a obra, com muros, circuito de segurança e tudo mais funcionando até dezembro, com inauguração no dia primeiro de janeiro”, disse.

Excetuando-se alguns investimentos pontuais na infraestrutura básica, Tipler afirma que todos os recursos aplicados na ZPE virão da iniciativa privada, atraída pelo lucro.

É possível que em breve o áudio da entrevista seja aqui disponibilizado. Abaixo mais alguns tópicos abordados:

Qualificação e empregos

“Direcionem a educação de suas crianças e jovens. Não esperem apenas pelo poder público. O Senac, por exemplo, é exatamente o tipo de instituição que pode ajudar a muita gente aqui. Serão muitas as oportunidades geradas pela ZPE. Assú precisará de bons hotéis, bons restaurantes... haverá empregos para todos os que souberem aproveitar o momento. Não pense no que a ZPE pode fazer por você. Busque dentro de você o que você pode fazer”.

“É preciso que a Universidade Estadual do Rio Grande do Norte, que tem campus no Assú, ofereça novas opções de cursos para qualificar a população para os empregos que serão gerados aqui em breve. O Assú tá pegando fogo. A hora é agora”!

Transnordestina

“Se a Transnordestina não passar por aqui nós faremos um link com ela, passando pelo Apodi, por Mossoró... Isso é viável economicamente. Por exemplo: hoje em dia a produção de sal do Rio Grande do Norte é limitada pelo preço do frete dos caminhões. Com trens passando pela região salineira a produção pode atingir seu ápice, pois o frete é muito mais barato”.

Política

“A governadora Rosalba Ciarlini foi uma excelente escolha do povo do Rio Grande do Norte. É uma pessoa de visão estratégica, que enxerga o futuro e já provou que tem a capacidade de descobrir coisas novas. Ela me disse que nem sempre poderia ajudar, mas que garantia que não iria atrapalhar. É justamente isso o que eu espero dos políticos: se puderem ajudar ótimo, mas, por favor, não atrapalhem. A hora é de trabalho e trabalho. Agradeço muito também ao apoio do prefeito Ivan Júnior. Tenho certeza também que o deputado George Soares será importante para a ZPE”.

Comente!

Mais lidos da semana

Siga este blog

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Rodrigo Medeiros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan | Distributed by Rocking Templates -