sexta-feira, 20 de maio de 2011

A situação em Pendências só piora nos últimos três dias, confirmando a fase de “inferno-astral” de Ivan Padilha, prefeito deposto pela Câmara esta semana, no dia 18, e atualmente substituído por seu vice, José Maurício de Melo.

Ontem (19) o Ministério Público afirmou que investigará possíveis irregularidades na dispensa de licitação para as obras de reforma do Hospital Materno Infantil Levani de Freitas, em Pendências. E hoje (20), a Promotora de Justiça de Pendências, Luciana Queiroz Lopes de Melo Martins, instaurou Inquérito Civil para apurar possíveis irregularidades no Programa de Saúde da Família (PSF) do município.

Segundo relatório expedido pela Controladoria Geral da União, foi constatada a inexistência de unidade básica de saúde para uso exclusivo do PSF. Além disso, se verificou o descumprimento, por parte dos profissionais de saúde, da carga horária de trabalho semanal prevista para atendimento ao programa.

A Promotora de Justiça notificou o prefeito e o secretário municipal de Saúde que, no prazo de 10 dias, deverão prestar esclarecimentos a respeito do caso.

Comente!

Mais lidos da semana

Siga este blog

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Rodrigo Medeiros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan | Distributed by Rocking Templates -