segunda-feira, 13 de junho de 2011

A promotora de Justiça de Assú, Fernanda Guerreiro, expediu recomendação ao Governo do Estado solicitando que informe que providências adotou, ou espera adotar, para solucionar problemas advindos da interdição da Escola Estadual Poeta Renato Caldas – CAIC, realizada por recomendação do Corpo de Bombeiros e que atendia a mais de 700 alunos no bairro Vertentes, em Assú.

De acordo com a promotora, o Serviço Técnico de Engenharia do Corpo de Bombeiros realizou no último dia 24 de maio uma vistoria no CAIC de Assú e constatou diversas irregularidades nas instalações de incêndio, de gás de cozinha, físicas e elétricas do prédio, o que constitui “risco grave”.

Em relação ao ginásio de esportes do CAIC, os Bombeiros sugeriram a retirada de todas as peças metálicas ou qualquer outro material que se encontre desprendido, de forma a evitar acidentes, bem como a demolição ou reforma da área de apoio (banheiros e vestiário).

Fernanda Guerreio estipulou o prazo de 15 dias para que a Secretaria de Estado de Educação informe as providências adotadas para que a estrutura esteja adequada às recomendações dos Bombeiros.

Comente!

Mais lidos da semana

Siga este blog

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Rodrigo Medeiros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan | Distributed by Rocking Templates -