quarta-feira, 22 de junho de 2011

O Ministério Público investiga irregularidades no quadro de pessoal e denúncias de nepotismo no DETRAN/RN. Os indícios apurados em Audiência realizada no último dia 20 de junho apontam desvio de função dos trabalhadores terceirizados. Os contratados pela empresa Jaguari deveriam fornecer funcionários para a limpeza do DETRAN/RN, no entanto, de acordo com o Inquérito Civil instaurado pela Promotora de Justiça Moema Pinheiro, estes funcionários são utilizados para realização de emplacamentos, vistoria de veículos e ouros serviços públicos.

Outros desvios de função estão relacionados às empresas ITCI, que fornece empregados para o setor de informática e a FUNDEP, que disponibiliza bolsistas que exercem funções públicas. Segundo denúncias recebidas durante a Audiência, serão investigadas ainda práticas de nepotismo através da FUNDEP.

Para averiguar todos esses fatos a 32ª Promotoria de Justiça determinou o prazo de 10 dias para que o Secretário Estadual de Administração e dos Recursos Humanos - SEARH, e o Diretor Geral do DETRAN/RN, informem quais as providências serão adotadas para eliminar a terceirização de mão de obra e o desvio de função no DETRAN/RN além do prazo necessário para a adoção das medidas necessárias

Comente!

Mais lidos da semana

Siga este blog

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Rodrigo Medeiros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan | Distributed by Rocking Templates -