terça-feira, 28 de junho de 2011

O Ministério Público do Rio Grande do Norte anunciou na noite desta terça-feira (28) que vai reforçar a proteção em torno de seus membros e intensificar a atuação fiscalizadora e combativa da instituição na Comarca de Jardim de Piranhas, região Seridó do Estado.

A iniciativa de adotar todas as medidas que estão ao seu alcance, além de envolver na questão outras instituições, tais como as polícias militar e judiciária, bem como a administração do presídio Pereirão, em Caicó, se deve ao fato de o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) do MP ter fortes indícios de que há um plano que coloca em risco a integridade do Promotor de Justiça Alysson Michel de Azevedo Dantas.

No dia de ontem (27), as Promotoras de Justiça Beatriz Azevedo de Oliveira e Fladja Raiane Soares de Souza, designadas para atuar em Jardim de Piranhas em apoio ao colega Alysson Michel, denunciaram o senhor João Maria Soares de Brito, mais conhecido por João Maria Macaco, por homicídio praticado contra Francivan Alves Dantas, em janeiro do ano passado.

João Maria encontra-se preso no presídio de Caicó denunciado pela autoria deste homicídio e, segundo, informações repassadas ao GSI teria verbalizado a intenção de atentar contra a pessoa do Promotor de Justiça por este ter conduzido as investigações que redundaram na denúncia apresentada à Justiça.

A designação de duas Promotoras de Justiça para atuar conjuntamente com o titular de Jardim de Piranhas e a escolta 24 horas são ações já adotadas desde que o Ministério Público tomou conhecimento das ameaças.

Comente!

Mais lidos da semana

Siga este blog

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Rodrigo Medeiros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan | Distributed by Rocking Templates -