terça-feira, 12 de julho de 2011

Doar sangue é um ato de amor ao próximo. No entanto, muita gente ainda vê a prática com desconfiança. Em Ipanguaçu, onde dados da secretaria municipal de Saúde revelam não haver sequer um doador formalizado, a Prefeitura se uniu ao Hemocentro de Mossoró no projeto denominado “Irmãos de Sangue”. O objetivo é incentivar a população, com esclarecimentos e informações, para reverter esse quadro.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, apenas 1,8% da população brasileira doa sangue. A meta do projeto é fazer com que essa incidência chegue a 3%. As doações são destinadas a procedimentos como cirurgias de pequeno e grande porte, tratamentos ontológicos e urgências hospitalares.

Para o prefeito Leonardo Oliveira, muitos ipanguaçuenses podem estar realizando doações de sangue diretamente nos pontos do Hemocentro em Mossoró, o que explicaria a inexistência formal de doadores no município. “A prefeitura abraçou essa causa e quer cadastrar esses supostos doadores já existentes, bem como incentivar o surgimento de novos doadores. Entendo que a doação de sangue é um ato humanitário, de solidariedade e que deve ser estimulada”, afirmou o prefeito, que também enfatizou que a campanha é permanente e por isso não há uma data definida para acabar.

Critérios

Podem doar sangue pessoas com idade entre 16 e 17 anos, desde que possuam autorização por escrito dos pais ou responsáveis, que também devem acompanhá-las no ato da doação.

É necessário ainda que o voluntário pese mais que 50 quilos, seja saudável e esteja bem alimentado. Além disso, a pessoa não deve estar tomando medicação, ter ingerido bebidas alcoólicas nas últimas 24 horas antes da doação e não ter fumado horas antes da coleta. O voluntário deve estar portando um documento de identificação.

Comente!

Mais lidos da semana

Siga este blog

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Rodrigo Medeiros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan | Distributed by Rocking Templates -