terça-feira, 9 de agosto de 2011

O Ministério Público Eleitoral em São Paulo pediu a impugnação do PSD, partido a ser criado pelo prefeito da capital paulista Gilberto Kassab. Para a Procuradoria Regional Eleitoral, pode ter havido irregularidades na contagem das assinaturas dos apoiadores para a criação da nova legenda.

Em pedido enviado ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) na última sexta-feira (05), o procurador regional eleitoral substituto André de Carvalho Ramos diz que a análise das certidões com as assinaturas, emitidas por cartórios paulistas, mostra que foram apresentadas mais de uma lista com nomes de apoiadores e ainda listas fracionadas.

Como as listas foram analisadas por diferentes funcionários nos cartórios, na avaliação do Ministério Público Eleitoral é possível que assinaturas tenham sido computadas mais de uma vez. “Note-se que a presente impugnação é dirigida não à assinatura ou equívoco formal do título de eleitoral (objeto de exame anterior), mas sim ao procedimento do próprio cartório, que, sim, está sob análise deste Tribunal Regional Eleitoral”, afirma Carvalho Ramos em seu pedido.

Para a Procuradoria Regional Eleitoral, em pelo menos 56 zonas eleitorais há possibilidade de assinaturas terem sido contabilizadas mais de uma vez.

Segundo a Lei Eleitoral, para o PSD conseguir o registro definitivo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), são necessárias as assinaturas de pelo menos 492 mil eleitores em nove Estados.

No RN a documentação para criação da nova legenda, a ser dirigida no Estado pelo vice-governador Robinson Faria, também tem sido alvo de denúncias e está criando uma rachadura na base aliada da governadora Rosalba Ciarlini (DEM), já que o principal articulador das críticas é o senador democrata José Agripino Maia.

Comente!

Mais lidos da semana

Siga este blog

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Rodrigo Medeiros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan | Distributed by Rocking Templates -