quinta-feira, 15 de setembro de 2011

O Governo do Estado encaminhou nesta quinta-feira (15) à Assembleia Legislativa o projeto do Orçamento Geral do Estado para o ano de 2012. O PL apresenta proposta orçamentária com receita total estimada em R$ 9.395.362.000,00, sendo também composto pelos Orçamentos Fiscal e da Seguridade Social, além de investimento das empresas em que o Estado detém a maioria do capital social com direito a voto.

As ações governamentais expressas na proposta orçamentária estão organizadas por programas de governo, demonstrando que a alocação de recursos está em plena consonância com as diretrizes estratégicas e os macro-objetivos previstos no Projeto de Lei do Plano Plurianual (PPA) para o quadriênio 2012-2015, o qual também contempla as metas e prioridades que serão integradas à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO).

O Projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício financeiro de 2012 evidencia uma redução em relação ao orçamento vigente. “Vale destacar que a diminuição antes mencionada se justifica porque durante o corrente exercício financeiro a estimativa de receitas provenientes de transferências voluntárias, repasses do Fundo de Participação dos Estados e do Distrito Federal (FPE), operações de crédito, entre outras, não foi plenamente concretizada. Nem mesmo o incremento na arrecadação de recursos próprios – notadamente de tributos estaduais – foi suficiente para superar o déficit orçamentário ocasionado pela não-realização das receitas, nos montantes em que foram previstas”, diz a governadora no corpo da mensagem enviada à Assembleia Legislativa.

Nesse contexto, a mensagem salienta que o planejamento orçamentário traçado por meio da Proposta Normativa apresenta uma estimativa de receita condizente com a realidade, ou seja, capaz de expressar o montante de recursos que o Estado espera, efetivamente, arrecadar.

Os Poderes Executivo e Legislativo, inclusive o Tribunal de Contas do Estado, dimensionaram as respectivas propostas orçamentárias conforme a receita que o Estado realmente espera arrecadar. Por sua vez, o Poder Judiciário e o Ministério Público Estadual formularam suas propostas orçamentárias sem considerar a estimativa de receita para o exercício financeiro de 2012, de modo que as respectivas despesas superam a previsão de recolhimento de recursos.

Agora, o Governo do Estado aguarda a tramitação e aprovação do Projeto de Lei pela Casa Legislativa.

Comente!

Mais lidos da semana

Siga este blog

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Rodrigo Medeiros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan | Distributed by Rocking Templates -