segunda-feira, 19 de setembro de 2011

O governo confirmou neste domingo que vai permitir que Estados, Distrito Federal e municípios e a própria União decretem feriado local nos dias de jogos da Copa do Mundo 2014 e da Copa das Confederações, em 2013. Qualquer jogo, não apenas os da Seleção Brasileira.

O projeto cria uma legislação específica para regular também direitos comerciais da venda de produtos e imagens, além de exploração da publicidade nos eventos.

A exibição de jogos em bares e restaurantes será liberada, desde que não haja cobrança de ingressos e/ou exploração publicitária.

O projeto garante à Fifa a exclusividade de explorar a propaganda e a venda de bens e serviços nas vias de acesso e no entorno dos estádios. Publicidade não autorizada, mesmo em balões e barcos, será retirada e confiscada. E os tradicionais vendedores de porta de estádio, que comercializam réplicas de camisas e bandeiras, estão incluídos, podendo até mesmo serem presos. A detenção pode ser de três meses a um ano, fora a multa.

O texto traz, ainda, uma série de facilidades para a obtenção de visto de entrada no Brasil, país que já não costuma impor grandes dificuldades para a entrada de estrangeiros.

O projeto não faz menção à venda de meia-entrada, mas deixa claro que só a Fifa poderá fixar preços de ingressos. Ou seja: dificilmente a carteirinha estudantil garantirá algum benefício para quem pretende comprar os disputados ingressos para a Copa.

Também não foi incluída a possibilidade ou não da venda de bebida alcoólica nos estádios, o que, particularmente, me preocupa um bocado.

Comente!

Mais lidos da semana

Siga este blog

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Rodrigo Medeiros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan | Distributed by Rocking Templates -