quarta-feira, 5 de outubro de 2011

A sessão ordinária da Câmara Municipal do Assú desta terça-feira (04) foi quente. Nem os aparelhos condicionadores de ar do recinto deram conta. E se você pensa que foi por conta do calor especialmente mais forte que tem feito em Assú nas últimas semanas, está enganado. A temperatura subiu por motivos políticos!

Presidida pelo vereador e líder do prefeito, Eliomar Cortes Alves, a sessão “inaugurou” o novo layout de composição da Casa. Três vereadores mudaram de partidos: Manoel Ferreira Targino, o “Manoel Botinha”, trocou o PHS pelo PP, enquanto que Francisco de Assis Souto (Tê) e João Paulo trocaram o PTB pelo PMN. E o assunto foi abordado na tribuna.

Foram inscritos para fazer uso da tribuna os vereadores João Paulo, Manoel Botinha, Xavier, Tê e Wedson. E João Paulo, sem papas na língua, iniciou seu discurso fazendo um breve relato sobre sua história eleitoral. Afirmou que, mesmo antes de se eleger vereador, contribuiu 08 vezes com seu voto e de sua família no ex-prefeito Ronaldo Soares e disse ter recebido como gratidão a oferta de advogado aos suplentes do PTB, para lhe tirar “um mandato legítimo, conquistado junto ao povo do Assú e com a graça de Deus”.

João Paulo foi irônico em certo momento, chegando a rotular o ex-prefeito de “O Astro”, mas que parecia mesmo era com o “Barão de Araúna”, fazendo referência a dois personagens marcantes da teledramaturgia brasileira.

No total, João Paulo usou a tribuna por 30 minutos, os 10 a que tem direito, seguido de mais 10 cedidos por Manoel Botinha e mais 10 cedidos pelo vereador Xavier. Mas não os dedicou todos a Ronaldo. Também sobrou para o ex-vereador Danúbio Medeiros, que seria autor de uma “tramoia” para trair os demais filiados de PTB e o atual prefeito do Assú, Ivan Júnior.

Tê lança desafio à Ronaldo Soares

Talvez contagiado pelo discurso de seu antecessor, o vereador Tê ratificou as palavras do vereador João Paulo, acrescentando o que chamou de “falta de compromisso” do deputado estadual George Soares para com os “07 vereadores que, a pedido do prefeito, votaram nele e até esse momento não receberam sequer um muito obrigado”. Falou ainda que o ex-prefeito Ronaldo Soares lhes prometera viabilizar junto ao deputado estadual Ezequiel Ferreira, presidente do PTB no RN, o apoio dele e de João Paulo para George e que o ex-governador Iberê Ferreira compensaria Ezequiel em outros em municípios.

Acusou ainda Danúbio de lhes ter convidado, ele e João Paulo, para permanecerem no PTB, calados, até o dia 07 de outubro, quando se vence o prazo de filiação para aqueles que querem ser candidatos em 2012. Só então seria revelada a composição da nova Comissão Provisória do partido. O ex-vereador Danúbio Medeiros teria ainda lhes proposto a continuarem “gozando dos benefícios da Prefeitura” até junho para, só então, assumirem posição contrária ao projeto de reeleição do prefeito Ivan Júnior.

Finalizando sua fala de 20 minutos (10 seus e mais 10 cedidos pelo vereador Wedson), Tê se disse desapontado por, em pleno ano de 2011, ainda existirem pessoas fazendo política com “modelos tão arcaicos”.

“É hora de se tomar posição, e nós tomamos a nossa. Se para ser correto tivermos que pagar o preço de perder nossos mandatos, que seja feito. Meu pai e minha mãe, pessoas simples, me ensinaram que do homem basta a palavra e a minha já está dada, caminharei ao lado do prefeito Ivan Júnior rumo à sua reeleição”, afirmou Tê, que encerrou lançando um desafio à Ronaldo Soares: “Você diz que é arrochado, que se acha o grande líder do Assú e do Vale, que nunca perdeu uma eleição, se candidate e venha enfrentar nosso grupo para ver o tamanho da derrota que vai amargar”.

Comente!

Mais lidos da semana

Siga este blog

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Rodrigo Medeiros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan | Distributed by Rocking Templates -