quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Mesmo contendo atualmente quase 90% de seu volume máximo, a Barragem Armando Ribeiro Gonçalves não está sendo suficiente para evitar a seca do Rio Pataxó, que banha o município de Ipanguaçu. Muito de sua água se perde pelo caminho no canal do Pataxó, que está com a estrutura danificada em diversos pontos, prejudicando, especialmente, os pequenos produtores ipanguaçuenses.

Os agricultores, aliás, ameaçam interditar a BR 304 caso o Governo do Estado não tome alguma providência.

É grande o desperdício do precioso líquido. E graves as denúncias de desvio de água, que envolvem até mesmo a pré-candidata à prefeitura de Ipanguaçu, Rizomar Barbosa, e seu esposo, o ex-prefeito Zé de Deus. Ambos estariam desviando água para abastecer uma lagoa, com fins de lazer.

O agricultor João Batista Gomes, do alto de seus 62 anos de idade, que depende da água do Pataxó para sobreviver, disse jamais ter presenciado uma seca tão grande no rio quanto a atual. Ele teme perder toda a sua plantação de milho caso a situação não seja resolvida dentro das próximas duas semanas. “Plantei 1 hectare de milho. É pouco, mas sobrevivo disso. Agora, meu medo é perder tudo, pois a água está acabando e só da para aguar por uns dois dias. Precisamos que façam alguma coisa. E rápido! Caso contrario, só Deus salva”, afirmou, apreensivo.

A situação é mesmo alarmante, especialmente na altura das comunidades de Pau de Jucá, Picada e Itú, onde o nível da água está muito baixo. Em alguns locais já é possível ver o leito do rio. Se o problema não for resolvido em breve, deverá haver ainda a morte de peixes.

Enquanto aguarda resposta do Governo ao oficio nº 116, enviado à Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Hídricos no último dia 30 de setembro, a prefeitura de Ipanguaçu anunciou que montará uma estratégia com carros pipas para abastecer algumas famílias nas comunidades em que a situação for mais crítica, dentro das possibilidades financeiras do executivo municipal.

Veja abaixo as fotos:


Fenda na parede do canal. Desperdício de água.
Canos foram colocados onde parede do canal cedeu, diminuindo fluxo.

Desvio de água para propriedade particular, supostamente de Rizomar e Zé de Deus

Desolado, agricultor aponta trecho do Rio Pataxó

Irrigação de plantação. Até quando?
Rio ou poça d'água?



Leito do Pataxó

Leito do Pataxó

Comente!

Mais lidos da semana

Siga este blog

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Rodrigo Medeiros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan | Distributed by Rocking Templates -