quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Não bastou serem aprovados. Agora, os que conseguiram passar no concurso públicoda Câmara Municipal do Assú precisam torcer por uma decisão judicial que lhes seja favorável.

Um empate entre dois candidatos à vaga de procurador é o ponto da discórdia. O regulamento do concurso prevê que, havendo igualdade no desempenho e apenas uma vaga, o mais velho dentre os candidatos aprovados deverá ser o convocado. É assim em praticamente todos os concursos públicos do Brasil. No entanto, o mais novo dentre os empatados decidiu pedir a anulação do certame na justiça.

Enquanto a decisão não sair, a Câmara não pode convocar ninguém.

Comente!

Mais lidos da semana

Siga este blog

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Rodrigo Medeiros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan | Distributed by Rocking Templates -