terça-feira, 22 de novembro de 2011

Analisando a proposta orçamentária destinada à Secretaria Municipal de Saúde de Natal para 2012, o Conselho Municipal de Saúde (CMS) constatou um absurdo: os R$ 181 milhões previstos para o próximo ano, de acordo com os apontamentos do CMS, não cobrem nem as despesas totais com a folha de pessoal durante o próximo ano.

Para evitar problemas futuros na rede pública de saúde, as promotoras de Justiça de Defesa da Saúde, apresentaram, pessoalmente, à prefeita Micarla de Sousa uma Recomendação pedindo que seja feito um aditivo ao Projeto de Lei Orçamentária, abrindo um percentual maior de crédito para a pasta. Segundo elas, a intenção é assegurar o pleno funcionamento da rede de saúde. A mesma Recomendação foi encaminhada hoje (22) à Presidência da Câmara de Vereadores de Natal.

Comente!

Mais lidos da semana

Siga este blog

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Rodrigo Medeiros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan | Distributed by Rocking Templates -