quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Após quatro meses de investigações, o Ministério Público do RN deflagrou nesta quinta-feira (15) a Operação Q.I, acerca de concursos realizados pelas empresas CONCSEL e SOLUÇÕES em municípios do interior do Estado. Foram cumpridos quatro mandados de prisão e nove mandados de busca e apreensão, expedidos pelo Juízo de Direito da Comarca de Martins, resultando na prisão de sete pessoas.

A operação contou com o apoio da Polícia Militar e da Polícia Rodoviária Federal, com diligências de buscas e prisões simultâneas nas cidades de Natal, Parnamirim, Martins, Mossoró e Severiano Melo. No total, 19 Promotores de Justiça e mais de 120 policiais militares cumpriram as ordens judiciais.

A ação descortinou uma organização criminosa que atuou na realização de concursos públicos no interior do Estado e, notadamente, no município de Martins/RN no mês de outubro deste ano. Sob pagamento de propina ou concessão de favores, a empresa organizadora de concursos públicos CONCSEL aprovava pessoas indicadas por integrantes dos Poderes Executivo e Legislativo dos municípios ou através do pagamento de valores direto pelo próprio candidato. Os candidatos assinavam gabaritos fraudados, preenchidos pela própria organização criminosa em momento posterior à realização das provas com a marcação de respostas corretas em número suficiente para a aprovação dos favorecidos.

As investigações se iniciaram graças às suspeitas levantadas contra outra empresa, pertecente aos mesmos sócios da Concsel: a Soluções Métodos e Seleção de Pessoal Ltda ME, também suspeita de fraudes, não só a concursos, mas também a licitações. Além disso, as empresas estiveram envolvidas em outros delitos, tais como corrupção passiva e tráfico de influência.

Comente!

Mais lidos da semana

Siga este blog

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Rodrigo Medeiros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan | Distributed by Rocking Templates -