segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

- O Globo: Depois da tragédia, a lei - Prefeitura pretende exigir laudo de prédios
(Os condomínios podem ser obrigados a providenciar laudos periódicos, de engenheiros ou arquitetos, sobre as condições estruturais dos edifícios. A medida é estudada pela prefeitura do Rio)

- Folha de São Paulo: Cuba limita tempo de dirigente
(Em decisão histórica, o Partido Comunista de Cuba aprovou que "cargos políticos e estatais fundamentais", inclusive o de presidente, terão mandato máximo de dez anos)

- O Estado de São Paulo: Sete em cada 10 projetos de habitação ficam só no papel
(Contratos analisados pela CGU tratam apenas de moradias populares e foram firmados entre 2004 e 2011)

- Correio Braziliense: GDF enxuga gastos para cumprir metas
(A fim de evitar uma situação de inadimplência fiscal, o Governo do Distrito Federal vai reduzir o número de cargos comissionados, bloquear contratações e nomeações e adotar a política do reajuste zero em 2012)

- Valor Econômico: Empresas tentam reduzir endividamento excessivo
(A fixação dos analistas de ações pelo resultado operacional das companhias muitas vezes deixa escapar o impacto que as despesas financeiras têm no lucro e, principalmente, no pagamento de dividendos aos acionistas. O Valor identificou pelo menos sete casos de grandes empresas em que o lucro operacional desaparece após o reconhecimento do serviço da dívida)

- Estado de Minas: PF na penúria
(Vitima de cortes orçamentários, a Polícia Federal já não pode realizar as operações bombásticas e investigações de escândalos que até há pouco tempo fizeram da corporação uma das mais respeitadas do país. Os recursos destinados à apuração de crimes minguou de 18%, em 2007, para 14% dos recursos da instituição em 2011, menos do que receberam os serviços burocráticos. As ações policiais passaram do âmbito nacional para o regional)

- Jornal do Commercio: Emoção, sete gols e vitória do Leão (Pernambuco)
( - )

- Zero Hora: Crédito para a compra de imóveis cresce 20% (Rio Grande do Sul)
(As instituições oficiais (Caixa, Banco do Brasil e Banrisul) terão R$ 2 bi a mais para oferecer a interessados em financiamentos imobiliários neste ano no Estado)

Comente!

Mais lidos da semana

Siga este blog

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Rodrigo Medeiros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan | Distributed by Rocking Templates -