terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

- Diário de Natal: Pagamento de precatórios será retomado em abril
(Devedores e credores serão convocados para que se estabeleça uma ordem de pagamentos de acordo com o que rege a Constituição      )

- Tribuna do Norte: Mais uma juíza alega suspeição para investigar fraudes no TJ
(A juíza titular da 5ª Vara Criminal, Ada Galvão, alegou suspeição por foro íntimo e não julgará o processo sobre as fraudes no Setor de Precatórios do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte)

- Novo Jornal: Governo decide iniciar caça ao aluno perdido
(Secretária anuncia medidas para tentar recuperar os mais de 100 mil alunos que abandonaram a escola pública nos últimos sete anos)

- De Fato: Presos suspeitos de levar mais de R$ 500 mil do Itaú (Mossoró)
(A ação que rendeu mais de meio milhão de reais aos criminosos no início da semana passada teve agora dois suspeitos detidos pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais)

- O Globo: Comissão de Ética Pública do Planalto investiga Pimentel
(Ministro ganhou R$ 2 milhões em consultorias após deixar prefeitura)

- Folha de São Paulo: Após prisões, policiais suspendem greve no Rio
(Após a série de prisões e a baixa adesão ao movimento, líderes dos PMs e bombeiros do Rio de Janeiro suspenderam a greve iniciada na quinta-feira passada. Eles anunciaram uma "trégua" para o Carnaval.)

- O Estado de São Paulo: Governo vai elevar IR das aplicações atreladas à Selic
(Ideia é desestimular investimentos que limitam o poder do BC de interferir no ritmo do consumo)

- Correio Braziliense: Sabotagem no Metrô tem 80 investigados
(Polícia garante que houve violação do sistema, com a instalação de cabos para interromper o tráfego e provocar problemas na operação. Todos os funcionários da companhia com acesso ao armário onde funciona o equipamento são suspeitos)

- Valor Econômico: Governo pede à China que limite vendas ao Brasil
(O governo brasileiro pediu ao vice-primeiro-ministro chinês, Wang Qishang, em visita ao Brasil, a criação de mecanismos de "restrição voluntária" de exportações por parte de empresas chinesas de têxteis, confecções, calçados e eletroeletrônicos. A alternativa, argumentam as autoridades brasileiras, seria lançar mão de salvaguardas (barreiras temporárias à importação) a importações nesses setores, uma medida bem mais restritiva ao comércio)

- Zero Hora: Governo articula plano contra caos aéreo no Carnaval (Rio Grande do Sul)
(Com estimativa de movimento 13% maior do que no mesmo período do ano passado, Anac, Infraero e companhias aéreas vão reforçar atendimento)

Comente!

Mais lidos da semana

Siga este blog

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Rodrigo Medeiros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan | Distributed by Rocking Templates -