sexta-feira, 9 de março de 2012

A CGU (Controladoria-Geral da União) divulgou nesta sexta-feira (08) uma lista de 164 ONGs declaradas impedidas de firmar convênios com a administração federal por “irregularidades graves e insanáveis”.

Na relação, que pode ser consultada no Portal da Transparência, aparecem duas organizações não governamentais do Vale do Açu: o Instituto de Desenvolvimento Sustentável Betel, sediada em Assú, e a Associação do Distrito de Irrigação Baixo Açu, com sede no Alto do Rodrigues.

Os convênios contestados pela CGU com as duas entidades do Vale somam, no total mais de R$ 6 milhões, sendo R$ 913.246,78 do Betel (dos quais foram liberados R$ 433.647,98) e R$ 5.592.733,00 da Associação do DIBA (dos quais foram liberados R$ 4.286.052,00).

Incluídas no Cadastro de Entidades Privadas sem Fins Lucrativos Impedidas (Cepim), elas estão proibidas de assinar novos convênios ou termos de parceria com órgãos da administração pública federal, como os vários ministérios e autarquias. Ainda de acordo com a CGU, as 164 entidades vão ter que responder a Tomadas de Contas Especiais a fim de quantificar quanto cada uma terá de devolver aos cofres públicos.

Comente!

Mais lidos da semana

Siga este blog

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Rodrigo Medeiros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan | Distributed by Rocking Templates -