quarta-feira, 18 de abril de 2012


- Diário de Natal: Situação no Ceduc Pitimbu é insustentável
(Juíza da Vara de Infância e Juventude de Parnamirim, Ilná Mota, deve decidir pelo fechamento definitivo da entidade na próxima semana. A magistrada considera insustentável a situação da unidades socioeducativa tanto em relação à segurança quanto à estrutura. Há possibilidade dos 32 adolescentes infratores voltarem para as suas casas)

- Tribuna do Norte: STJ decide afastar os desembargadores Rafael Godeiro e Osvaldo Cruz
(Após a série de denúncias envolvendo o nome dos desembargadores Rafael Godeiro e Osvaldo Cruz, em irregularidades no Setor de Precatórios do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, o Superior Tribunal de Justiça, em Brasília, decidiu afastar cautelarmente os magistrados por tempo indeterminado)

- Novo Jornal: STJ afasta desembargadores Osvaldo e Godeiro
(Em decisão inédita para o RN, Ministro decide afastar desembargadores envolvidos em fraudes no TJ e quer ouvi-los pessoalmente na semana que vem)

- De Fato: PT não retrocede e mantém Josivan como pré-candidato (Mossoró)
(Um dia depois de ouvir do secretário geral de que o PT teria interesse na aliança com o PSB, o comando local petista convocou a imprensa para reafirmar que a pré-candidatura do reitor da UFERSA, professor Josivan Barbosa de Menezes, à Prefeitura de Mossoró está mantida)

- O Globo: Reestatização na Argentina vai a tribunal internacional
(Alvo do decreto de reestatização do governo de Cristina Kirchner, os espanhóis da petroleira Repsol-YPF anunciaram que vão a tribunal internacional para buscar uma indenização de € 8 bilhões (quase US$ 10 bilhões). A Argentina contesta o valor e disse que não pagará. Um economista de 41 anos, Alex Kicillof, vice-ministro e guru de Cristina K., bradou ontem no Senado contra os espanhóis - a quem chamou de "palhaços")

- Folha de São Paulo: Escuta mostra que senador negociou verba para a Delta
(O senador Demóstenes Torres (ex-DEM) usou o cargo para negociar projeto de R$ 8 milhões em favor da empreiteira Delta, apontam escutas e relatório do Ministério Público Federal. Na gravação, ele condiciona o envio de verba para obra em Anápolis (GO) a escolha da Delta para tocar o projeto)

- O Estado de São Paulo: Repsol pede US$ l0,5 bi de indenização à Argentina
(A empresa espanhola Repsol pediu ontem US$ 10,5 bilhões do governo argentino pela expropriação de 51% de ações de sua subsidiária YPF. A petrolífera também pretende entrar com um pedido de arbitragem no Banco Mundial e acusou o governo da presidente Cristina Kirchner de usar a expropriação de sua filial para "esconder a crise econômica e social" do país. Em um sinal de que a decisão de Cristina não foi bem recebida, a Comissão Europeia cancelou uma reunião que estava prevista com a Argentina para os dias 19 e 20)

- Correio Braziliense: Governo teme perder controle sobre a CPI
(Desde sexta-feira, o Palácio do Planalto negocia com os líderes dos partidos aliados os nomes que vão compor a CPI mista destinada a apurar as relações criminosas do bicheiro Carlinhos Cachoeira com políticos e empresas. O maior receio é não ter "soldados" para defendê-lo durante os trabalhos da comissão e, com isso, tornar-se refém de exigências da base aliada)

- Valor Econômico: Estiagem reduz a geração de energia no Sul
(Com a estiagem, os reservatórios da Região Sul atingiram níveis historicamente baixos, causando uma disparada de preços no mercado de curto prazo de energia. Por precaução, o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) adotou três medidas para poupar água dos reservatórios: nove usinas térmicas da região estão sendo acionadas, algumas hidrelétricas de Santa Catarina reduziram a geração e a transferência de energia do subsistema Sudeste/Centro-Oeste está perto do limite)

- Estado de Minas: Erros médicos em Minas superam Rio e São Paulo
(Os recentes casos de um menino medicado com ácido via oral em vez de sedativo e de outro que recebeu leite na veia são apenas a ponta do iceberg quando se trata de maus procedimentos em hospitais mineiros, que geram uma denúncia a cada dois dias, como mostrou ontem o EM. Segundo o SUS, no ano passado 228 pessoas foram internadas no estado devido a esse tipo de falha. A taxa de erros, de 1,16 por 100 mil habitantes, é 3,4 vezes superior à do Rio de Janeiro (0,34), 2,3 vezes maior do que a de São Paulo (0,5) e 1,5 vez mais alta do que a de Distrito Federal e Bahia (0,8))

- Jornal do Commercio: Organizadas fora da festa (Pernambuco)

- Zero Hora: Vendas de carros caem com restrição a crédito (Rio Grande do Sul)
(Receosas diante do aumento da inadimplência, instituições financeiras reduziram prazos de pagamento. Número de financiamentos diminuiu 20% neste ano)

Comente!

Mais lidos da semana

Siga este blog

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Rodrigo Medeiros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan | Distributed by Rocking Templates -