quinta-feira, 26 de abril de 2012


Em clima de "total indignação", os professores da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN) aprovaram indicativo de greve em assembleia realizada na manhã de hoje (26). De acordo com o presidente da Associação dos Docentes da Uern (Aduern), o professor Flaubert Torquato, os educadores estão "raivosos" com a quebra de compromisso do Governo do Estado.

As aulas deste semestre iniciariam justamente na data para a qual foi aprovado o indicativo: dia 02 de maio. Aliás, o período se inicia com atraso por conta da greve de quatro meses realizada no mês passado e que chegou ao fim com a proposta da administração estadual de reajustar em 10,65% o contracheque de abril, o que – aparentemente – não deve acontecer. “O sentimento dos professores é de decepção, porque sempre acreditamos no acordo, e agora o governo diz que não tem condição de cumprir", afirmou Torquato ao jornal Tribuna do Norte.

“Não temos mais proposta para apresentar, queremos apenas que o acordo feito no ano passado seja cumprido”, reafirma o presidente da Aduern.

Se o governo não pagar, os alunos da UERN é que pagarão... o pato!

Comente!

Mais lidos da semana

Siga este blog

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Rodrigo Medeiros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan | Distributed by Rocking Templates -