sexta-feira, 11 de maio de 2012


- Diário de Natal: Aprovação de Rosalba cai e Carlos Eduardo cresce
(A 5 meses da eleição, o ex-prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT) aumentou a vantagem nas intenções de voto para a prefeitura de Natal, chegando a 47,3%. Ele é seguido pela ex-governadora Wilma de Faria (PSB), que ainda não confirmou a candidatura, com 18,1%. Já na pesquisa administrativa, a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) desabou na aprovação, chegando a 67,4% de reprovação)

- Tribuna do Norte: Lobista cita desembargador na compra de apoio à Inspar
(O Consórcio Inspar estava disposto a ampliar a compra de apoio à inspeção veicular, estabelecida nos governos Wilma de Faria/Iberê Ferreira de Souza, para a administração do governo Rosalba)

- Novo Jornal: PT vai desatar o “nó Josivan” dia 18
(Partido edita resolução para acabar com impasses com o de Mossoró, onde Josivan Barbosa briga por candidatura. Em Natal, Marco Maia diz desconhecer caso local)

- De Fato: TCE vai investigar superfaturamento em Guamaré (Mossoró)
(A Prefeitura de Guamaré não alimentou o Sistema Integrado de Auditória Informatizada (SIAI), do Tribunal de Contas do Estado, com as informações a respeito das contratações, com dispensa de licitação, de mais de uma dezena de bandas a festa de 50 anos do município. Ao todo, foram investidos mais de R$ 2 milhões, entre outras despesas. O TCE diz que a Prefeitura "será punida e as contas da festa serão minuciosamente inspecionadas)

- O Globo: MP diz que a venda da Delta é ilegal e imoral, e abre inquérito
(O Ministério Público Federal no Rio abriu inquérito civil público para apurar irregularidades na venda da construtora Delta, investigada por fraudes e alvo da CPI do Cachoeira, à J&F Holding. O foco da investigação é a participação do BNDES na maior empresa da holding, a JBS. “Caso se concretize esse negócio, o BNDES, em evidente afronta aos princípios de legalidade e moralidade, irá inexoravelmente participar de empresa sobre a qual recaem notícias da prática de graves ilicitudes e que se sujeita a ser declarada inidônea para contratar com o poder público”, afirma o procurador Nívio de Freitas. O BNDES diz que mesmo que a venda se concretize, não será sócio da Delta)

- Folha de São Paulo: Traficante poderá responder ação em liberdade, diz STF
(Ao julgar um pedido de habeas corpus para um homem detido em 2009 em São Paulo com quatro quilos de cocaína e uma pedra de crack, o Supremo Tribunal Federal decidiu, por 7 votos a 3, que traficantes presos em flagrante podem aguardar o julgamento em liberdade. A maioria dos ministros considerou inconstitucional artigo da Lei de Drogas que proíbe conceder liberdade provisória a esses presos)

- O Estado de São Paulo: STF "blinda" procurador pressionado por petístas
(Alvo de integrantes da CPI do Cachoeira com ligações com os mensaleiros, o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, foi “blindado” ontem pelo Supremo Tribunal Federal. Ministros do STF deixaram claro que o procurador-geral não deve ir à CPI para explicar por que não abriu em 2009, durante a Operação Vegas, da Polícia Federal, um inquérito para investigar o envolvimento de políticos com o contraventor Carlinhos Cachoeira. Sob ameaça de ser convocado, Gurgel relacionou a pressão que sofre ao julgamento do mensalão e afirmou que sua estratégia foi aguardar mais indícios contra os políticos para instaurar o inquérito. O ministro Gilmar Mendes afirmou que é “evidente” que o procurador não deve ir à CPI)

- Correio Braziliense: Caso Cachoeira faz MP denunciar 8 em Brasília
(Ministério Público do Distrito Federal pede nova prisão preventiva do bicheiro e do contador da quadrilha por tráfico de influência e tentativa de fraudar licitação de bilhetagem eletrônica do DFTrans)

- Valor Econômico: Crédito cai com arrocho de bancos e menor demanda
(A oferta de crédito está crescendo em ritmo bem menor que nos últimos anos, e esse freio retarda a expansão da economia. De um lado, a renda disponível de uma parcela substancial da população, que entrou com força no mundo dos empréstimos, diminuiu e, com ela, a demanda por financiamentos. De outro, os bancos observaram a elevação do comprometimento da renda e da inadimplência, tomando-se mais seletivos nas operações de crédito)

- Estado de Minas: Economia de R$ 12.626.712,90
(Valor deixará de ser gasto pela Assembleia de Minas e pela Câmara de BH com a extinção do 14º e 15º salários de parlamentares, já aprovada no Senado, que deputados federais vão votar. Em efeito cascata, a chamada verba do paletó terá de acabar também nos estados e municípios. Perdem a regalia 77 deputados estaduais mais seis licenciados para ocupar secretarias de Estado e 41 vereadores da capital. Em quatro anos, tempo de um ciclo parlamentar, a Assembleia Legislativa economizará R$ 10.341.852,60 e a Câmara Municipal, R$ 2.284.860,30. Pelo projeto, fica preservado o pagamento de uma parcela da “ajuda de custo” no início do mandato e outra no fim. Alguns estados aboliram o benefício mesmo antes da decisão do Congresso)

- Jornal do Commercio: CTTU mais forte nas ruas (Pernambuco)
(Monitoramento do trânsito do Recife passa a contar com mais 200 agentes. Nomeados ontem, eles começarão atuar em, no máximo, 30 dias. Órgão levantou os pontos da cidade que mais precisam de reforço e promete fiscalizar a periferia)

- Zero Hora: Projeto prevê reajuste de até 140% em taxas do Detran no Estado (Rio Grande do Sul)
(Aumento de tarifas como licenciamento e vistoria deve render R$ 155 milhões por ano aos cofres)

Comente!

Mais lidos da semana

Siga este blog

Arquivo

Tecnologia do Blogger.

- Copyright © 2013 Rodrigo Medeiros -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan | Distributed by Rocking Templates -